Vítimas do golpe do falso leilão em Mogi das Cruzes

Card image cap

Um advogado e um empresário de Mogi das Cruzes tiveram um prejuízo de mais de R$ 380 mil, ao caírem no golpe do falso leilão de carros.

Eles relataram o caso à polícia nesta segunda-feira (4). De acordo com o boletim de ocorrência, as vítimas souberam de um leilão e se cadastraram para participar pela internet.

No dia 28 de fevereiro, o o advogado de 52 anos e o empresário de 54 anos receberam um login e uma senha.

Na mesma data, eles fizeram lances no site e arremataram 12 veículos. Desse total 9 ficaram em nome do advogado no valor de R$ 314.298 e 3 em nome do empresário no valor de R$ 67.491.

Logo depois, as vítimas receberam os dados dos veículos e os dados bancários para a realização do pagamento.

No mesmo dia, as vítimas fizeram os pagamentos para as contas especificadas no e-mail.

No dia seguinte, o advogado ligou para o telefone disponível no site de leilões para saber como seria a entrega dos veículos. Porém, não conseguiu contato.

Ele foi então até o endereço da empresa em uma estrada rural em Mogi das Cruzes.

Lá ele constatou que no endereço funcionava um pátio de veículos e não uma empresa de leilões.

Desconfiado que havia sido vítima de um golpe, o advogado fez uma pesquisa na internet e descobriu relatos de outras vítimas que foram enganadas pela mesma página.

Ele também fez pesquisas no site da Prefeitura de Mogi e não encontrou o registro da empresa.

O caso foi registrado como estelionato e será investigado pela polícia.

← Voltar