Alerta para golpe de venda de veículos por leilão na internet

Card image cap

A Polícia Civil de Monte Mor (SP) alerta para um golpe que tem sido praticado na internet usando a imagem de uma central de logística da cidade como se fosse um pátio de veículos para leilão. Os compradores acabam fechando o negócio pela web, depositando valores sem ter visto o carro ou a moto pessoalmente e se tornam vítimas de estelionato.

As propostas de negócios apresentadas no site são tentadoras, abaixo do valor de mercado, mas a página é falsa. Há consumidores que já perderam quase R$ 30 mil. A delegacia da cidade informou que vários boletins de ocorrência já foram registrados por conta do golpe.

"Eles montam um esquema bem estruturado para ludibriar mesmo. Se você não for bem esperto, não estiver com a mente bem boa, você cai", afirma o soldador Cipriano Silva, que estava acostumado a compras em leilões virtuais e acabou como uma das vítimas.

Silva entrou no site e deu um lance para a compra de uma saveiro. No mesmo dia, fez o pagamento de R$ 25.295 na conta indicada. Ele foi ao endereço em Monte Mor no dia seguinte para retirar o carro e descobriu o golpe.

"O rapaz me falou que não existia leilão nenhum. Que era um golpe e eu tinha caído e mais pessoas tinham caído. Caí na besteira de eles mandarem por email o papel e eu pagar o carro", conta. Funcionários do centro de logística contaram à reportagem da EPTV, afiliada da TV Globo, que há pelo menos dois meses, todos os dias, alguém aparece procurando o pátio do leilão no local.

O funcionário público Antônio Carlos de Oliveira quase foi uma vítima, mas desconfiou da conversa do vendedor do falso leilão. Por mensagens de celular, tentou confirmar informações, mas não teve sucesso e decidiu não fazer o depósito do dinheiro.

"Ele sempre se desviava das perguntas quando o assunto era visita. [...] Em momento algum eles deram a possibilidade de participar de forma presencial no leilão", conta Oliveira. Todos os clientes de leilões virtuais têm o direito de conhecer o veículo antes de realizar o pagamento.

Segundo a Polícia Civil, os interessados nesse meio de compra devem ficar mais atentos ao que está anunciado, se o veículo realmente existe, e devem pesquisar se a empresa existe de fato. Um caminho é verificar o registro da companhia na Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp).

← Voltar